Untitled Document
Untitled Document

Histórico

Em 1880, mais precisamente no dia 16 de fevereiro, o governo do estado, preocupado com a saúde dos homens que compunham a Força Policial - que não eram muitos e nem tão fortes - autorizava a contratação de médicos facultativos, que diariamente deveriam comparecer ao quartel general, para uma avaliação da tropa.

Se houvesse necessidade de internação - e às vezes havia - os soldados eram encaminhados ao Hospital da Irmandade do Senhor dos Passos que, por sua vez, também sofria com a insuficiência de leitos para atender toda a população.

Em 5 de maio de 1926, criava-se a farmácia, e no ano seguinte, no mês de julho, nascia o que seria mais tarde o hospital.

Era apenas uma enfermaria regimental, com 12 leitos, que se destinavam mais à observação médica do que à internação hospitalar. Essa enfermaria regimental, no entanto, só foi definitivamente instalada em maio de 1928, no mês do aniversário da corporação. Utilizava o prédio da cantina, onde também funcionou uma fábrica de meias, um açougue e o almoxarifado geral.

No Governo Celso Ramos, assumia o Comando da Corporação o Cel. Antônio de Lara Ribas, que viria a tornar-se um marco, e que exigia - entre outras - a transformação da Enfermaria Regimental em hospital. A corporação crescia, paralelamente aos problemas de segurança da cidade e do estado, e necessitava de maiores atenções e cuidados.

Finalmente, no dia 20 de novembro de 1963, o Governador Celso Ramos assina o decreto nº 924 que aprova o regulamento do hospital, que passa a chamar-se "Hospital Comandante Lara Ribas", da Polícia Militar de Santa Catarina.

A Capital e o Estado, no entando, não paravam de crescer, e com eles, paralelamente, o H.P.M., que foi se transformando e ampliando os seus serviços.

Atualmente, além da variedade de especialidades médicas e de equipamentos, o Hospital Comandante Lara Ribas caminha para a possibilidade de ser, em breve tempo, um hospital-referência, objetivo desejado por todos os seus abnegados servidores, graças ao apoio que recebe do comando da Corporação, através da sua diretoria de saúde e assistência social.

A partir de primeiro de Janeiro de 2013 a Polícia Militar do Estado de Santa Catarina descentralizou as atividades dos Hospital da Polícia Militar. Com a assinatura do contrato de gestão Nr 07/SSP/SPG/SC/2012 a ABEPOM passou a gerir as atividades administrativas do agora Hospital dos Militares Estaduais Comandante Lara Ribas.




Instituição

O HPM – Hospital da Polícia Militar Comandante Lara Ribas é uma instituição voltada aos profissionais que atuam na Secretaria de Segurança Pública e Defesa do Cidadão, seus dependentes e população em geral. Seu atendimento é realizado através de convênios com a Unimed, Agemed, Previda, SC - Saúde, ABEPOM ou ainda em caráter particular.

Infraestrutura: O HPM conta com um corpo clínico de 60 profissionais, divididos em 31 especialidades médicas. Dispõe de 35 leitos para internação, sendo oito apartamentos e oito enfermarias, com o apoio de uma ambulância, além de aparelhos modernos. O Hospital ainda oferece serviço Ambulatorial, Laboratório de Análises Clínicas, Fisioterapia e Centro Cirúrgico. O Serviço de Pronto Atendimento funciona 24 horas, para maiores de 14 anos.

Confira aqui todos os serviços


Footer